Lirismo do chão

"Solo para vialejo", de Cida Pedrosa, premiado em duas categorias no Jabuti 2020, propõe uma travessia por paisagens poético-musicais
Cida Pedrosa, autora de “Solo para vialejo”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
03/01/2021
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Solo para vialejo

Cida Pedrosa
Cepe
127 págs.
Cida Pedrosa
Nasceu em Bodocó (PE). É poeta, advogada e vereadora na cidade do Recife. Publicou As filhas de Lilith (2009), Claranã (2015) e Gris (2018). Solo para vialejo (2019) ganhou o Prêmio Jabuti de Poesia e Livro do Ano em 2020.

Cristiano de Sales

É poeta e professor de literatura brasileira da UTFPR. Autor de De silêncios e demoras (2020).

Publicidade

Leia também

Claudia Nina

Rio de Janeiro - RJ

O ar, que está cheio de tristeza, é o mesmo por onde voa a frágil esperança. O grande desafio é ter força para abrir a janela e deixar que ela pouse
Marcos Hidemi de Lima

Pato Branco - PR

Em "A obscena senhora D", autora mistura gêneros literários para dar voz a uma protagonista marcada pela tensão entre sacralidade e sexualidade
Carlos Alberto Gianotti

Porto Alegre - RS

A partir de ideias de Schelling, George Steiner elabora um ensaio para refletir sobre o véu de pesar que envolve a intelectualidade humana
André Luiz Pinto

Leia os poemas "Cabra", "Luneta" e "Nada mais terrível que criança"