A terrorista libertária

Diários inéditos, romances e autobiografias revelam a imensidão da vida e obra da escritora e filósofa francesa Simone de Beauvoir
Ilustração: Simone de Beauvoir por Fabio Abreu
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
02/12/2020
Exclusivo para assinantes

Escolha um plano de assinatura e aproveite todo nosso conteúdo.
R$ 7,90 (digital) e R$ 12,90 (digital + impresso).

Clique aqui para assinar

JÁ É ASSINANTE?

Entrar

Simone de Beauvoir: uma vida
Kate Kirkpatrick
Trad.: Sandra Martha Solinsky
Crítica
416 págs.
Todos os homens são mortais
Simone de Beauvoir
Trad.: Sérgio Milliet
Nova Fronteira
358 págs.
Simone de Beauvoir
Nasceu em Paris, em janeiro de 1908, numa típica família burguesa da França. Formou-se em Filosofia na Sorbonne, onde conheceu Jean-Paul Sartre, em 1928, tornando-se sua companheira e maior crítica. Lançou mais de 20 obras, entre romances, ensaios e livros de memória. O segundo sexo (1949) é seu livro mais famoso. Morreu em abril de 1986, na mesma cidade em que nasceu, e foi enterrada junto a Sartre.

Edson Cruz

E poeta e editor do site Musa Rara.

Publicidade

Leia também

Rascunho

Curitiba - PR

Em “Solidão e companhia”, organizado pela jornalista Silvana Paternostro, a vida do autor de “Cem anos de solidão” é contada por pessoas próximas
Rascunho

Curitiba - PR

“O som do rugido da onça” narra trajetória de crianças indígenas capturadas no Brasil no século19 pelos pesquisadores alemães Von Spix e Von Martius
Rascunho

Curitiba - PR

Valter Hugo Mãe, José Eduardo Agualusa, Mia Couto, José Luís Peixoto e Gonçalo Tavares abrem a temporada 2021 do evento, idealizado e conduzido por Afonso Borges
Rascunho

Curitiba - PR

Nos quase 60 textos de “Coragem de viver”, escritor gaúcho homenageia sua mãe, Maria Carpi, que completou 30 anos de atividade poética em 2020