sob a pele das palavras

Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

O sindicalista, preso e torturado pela ditadura, experimenta o verso para, não só declarar o amor à filha, elaborar uma lista com desejos, sonhos e utopias
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

Obra-prima do poeta pernambucano nos faz repensar a máxima mallarmaica de que um poema não se faz com ideias, mas com palavras
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

Nos versos do poema paira a sombra fantasmagórica do tempo do qual ele nasce: a opressão do governo autoritário a partir do golpe de 1964
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

A partir de um provocativo verso da poeta carioca, uma análise da influência da obra de Fernando Pessoa na poesia brasileira
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

Os versos de “Famosos (I)” acionam um campo de debates que envolve o clássico conceito de indústria cultural
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

Esse poema seduz exatamente por aquilo que quer parecer: um poema que solicita e mobiliza nossa sensibilidade ao transitar entre o macro e o micro
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

Custa crer que "Vícios de imanência", o difícil e doído livro de Paulo Ferraz, tenha tido tão pouca repercussão
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

É de nós, desse lugar-comum do existir, que vai da solidão à solidariedade, que fala o poema — triste, forte, belíssimo poema
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

Poema de Waly Salomão se apropria da obra de Drummond para fazer galhofa de estudos literários
Wilberth Salgueiro

Vitória - ES

A poesia é espaço de pensamento acerca de si, do mundo, da vida, dos limites