Cartas

março 2020 / Março_20

Cartas

Março_20

Arte: Conde Baltazar

Arte: Conde Baltazar

Errata
Leio mais uma vez, num artigo do Rascunho # 238, que a frase “A arte existe porque a vida não basta” é da autoria de Ferreira Gullar. Essa atribuição de autoria é insistentemente repetida, na imprensa e na internet, e sempre que a leio ela me incomoda. Coincidência ou não, essa afirmação foi feita, há um século (entre 1916 e 1920) pelo então jovem Fernando Pessoa: “A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta” (Impermanência, in Heróstrato). Como esse ótimo jornal é lido por muitos jovens, é importante que eles tenham a informação correta. Vamos dar a Pessoa o que é de Pessoa!
Leyla Perrone-Moisés • São Paulo – SP

Alto nível
Desde dezembro, passei a receber, em casa e rigorosamente, o Rascunho. Literatura nacional e estrangeira, clássicos e novidades, prosa e poesia: a arte da palavra seriamente contemplada. Textos, ilustrações e colaboradores de altíssimo nível preenchem as páginas do jornal. Um trabalho gráfico lindo é o laço de cada edição. Aos amantes da escrita, informação; aos apaixonados pela literatura, uma gratificante companhia. Parabéns, Rascunho, pela qualidade e longevidade em oferecer a mais alta cultura.
Thiago Pereira Viana • Itapevi – SP

Nas redes sociais
Grande jornal, o Rascunho. As melhores resenhas, as melhores entrevistas. Imprescindível!
Sylvia Loeb • Instagram

Gostei muito da edição de fevereiro, especialmente do texto sobre o romance Setenta, de Henrique Schneider — um livro necessário nos tempos sombrios que estamos vivendo.
Renata Teixeira Tobaldini • Instagram

Muito interessantes as Instruções urgentes para sobreviver aos tempos de guerra, publicadas na coluna do Alcir Pécora. Bem presente. Não perco nenhuma.
Verenice Barbosa Barros • Instagram

Os poemas de Ricardo Aleixo [Rascunho #236] são excelentes.
Ary Quintella • Facebook

Print Friendly