abril 2013

David Hume une sensibilidade estética e crítica com a profundidade da reflexão filosófica

Com densidade lírica e rigor da linguagem, Mariana Ianelli constrói “O amor e depois” entre a esperança e a constatação do fim

Natércia Pontes aposta em um toque de fantasia no meio da realidade de uma cidade grande

“O bonito da literatura é que não tem nada que em si mesmo possa destruir um livro.” — Beatriz Bracher

O escritor Luiz Nadal indica o livro de estréia do norte-americano Paul Auster