abril 2013

Possidónio Cachapa e Xavier Queipo assinam os novos capítulos do folhetim

“O poema de Marianne Moore me leva a pensar no quanto o silêncio é ruidoso, no quanto ele transborda em significados.”

Escritores comentam o atual momento da literatura brasileira