Vidraça

outubro 2011 / Vidraça / Vidraça_outubro_2011

Texto publicado na edição #138

Vidraça_outubro_2011

A luta pelo Jabuti 1 Foram divulgados os finalistas ao Jabuti 2011. Entre os dez romances que concorrem na 53ª […]

> Por RASCUNHO

Paisagem com dromedário, romance de Carola Saavedra, é um dos indicados ao Jabuti.

A luta pelo Jabuti 1
Foram divulgados os finalistas ao Jabuti 2011. Entre os dez romances que concorrem na 53ª edição do prêmio estão Paisagem com dromedário, de Carola Saavedra, e Ribamar, de José Castello, também indicado ao Prêmio Portugal Telecom deste ano. Na categoria Contos/Crônicas, Desgracida, de Dalton Trevisan, e Anônimos, de Silviano Santiago, disputam o prêmio junto a outros nove títulos. A lista completa dos indicados pode ser conferida no site da Câmara Brasileira do Livro.

A luta pelo Jabuti 2
A atual edição do Jabuti ganhou oito novas categorias, totalizando 29, e, ao contrário das outras edições, em que se premiava até o terceiro colocado, apenas o primeiro lugar de cada categoria receberá R$ 3 mil. Os vencedores serão conhecidos no dia 18 e, uma vez escolhidos, entrarão em uma nova disputa, desta vez pelo prêmio de R$ 30 mil para duas categorias: livro do ano de ficção e de não-ficção. O resultado final será anunciado no dia 30 de novembro.

Jabutis fora
Dois dias após o anúncio da lista, a comissão do Jabuti voltou atrás e desclassificou três finalistas por estarem em desacordo com o regulamento do prêmio: As horas de Katharina, de Bruno Tolentino (Poesia), O outono da Idade Média, de Johan Huizinga (Tradução), e Itinerário de uma falsa vanguarda, de Antonio Arnoni Prado (Teoria/Crítica Literária). O primeiro e o terceiro por serem novas edições, e não inéditos, como requer o regulamento; já o livro traduzido por Francis Petra Janssen teve sua nomeação contestada por se tratar de um livro de historiografia onde concorrem somente obras de ficção. Em substituição a eles, entram Dois, de Érico Nogueira (Poesia), Estranho interlúdio, traduzido por Alipio Correia de Franca Neto (Tradução), e Coleção ciranda da poesia, organizado por Ítalo Moriconi (Teoria/Crítica Literária).

Portugal Telecom
Também foram anunciados os dez finalistas ao Prêmio Portugal Telecom 2011. Entre eles, oito são brasileiros: Marina Colasanti, Elvira Vigna, Rubens Figueiredo, José Castello, João Almino, Donizete Galvão, Ricardo Aleixo e Alberto Martins. Os portugueses Gonçalo M. Tavares e João Tordo (cujos romances já foram premiados em Portugal) completam a lista de indicados ao prêmio de R$ 100 mil. Cidade livre, de João Almino, venceu neste ano o Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura, enquanto Passageiro do fim do dia, de Rubens Figueiredo, foi o vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura. Outro livro da lista já premiado é Nada a dizer, de Elvira Vigna, na categoria ficção do Prêmio Machado de Assis (ABL). Os segundo e terceiro lugares do Portugal Telecom levam R$ 35 mil e R$ 15 mil, respectivamente, e serão anunciados no mês que vem.

Nuno Ramos no Paiol
O escritor e artista plástico Nuno Ramos é o convidado do Paiol Literário deste mês, no dia 17. Nascido em 1960, em São Paulo (SP), Ramos é autor de Ensaio geral e O mau vidraceiro, entre outros. Seu livro Ó venceu o Prêmio Portugal Telecom de Literatura em 2008. A conversa, com mediação do jornalista Rogério Pereira, acontece no Teatro Paiol, em Curitiba, a partir das 20 horas. A entrada é franca.

O país da vez
Depois do Filba (Festival de Literatura de Buenos Aires), que aconteceu entre os dias 9 e 18 do mês passado, a Feira do Livro de Bogotá também escolhe o Brasil como país homenageado para a edição do ano que vem. Dando seqüência aos trabalhos de “internacionalização” da literatura brasileira, o governo brasileiro anunciou investimento de R$ 2 milhões no evento na Colômbia. Já em 2013, o Brasil será o homenageado da Feira do Livro de Frankfurt.

Sérgio Sant'Anna participa de bate-papo na Biblioteca Pública do Paraná

Um escritor na biblioteca duplo
Neste mês, o projeto mensal da Biblioteca Pública do Paraná terá duas edições. Os escritores Reinaldo Moraes e Sérgio Sant’Anna participam de bate-papo com o público nos dias 4 e 18, respectivamente. Os encontros com os autores de Pornopopéia e O vôo da madrugada acontecem às 19h, na BPP. A entrada é franca.

Interrogação na internet
Os vídeos das mesas do Encontros de Interrogação, promovido pelo Itaú Cultural, já estão disponíveis na internet. A sexta edição do evento contou com mais de cinqüenta convidados e teve transmissão ao vivo pela internet durante os três dias de discussão sobre literatura contemporânea. Cristovão Tezza, Beatriz Resende e Luiz Ruffato são alguns dos autores que participaram do evento em São Paulo. As onze mesas podem ser assistidas no canal do Itaú Cultural no YouTube.

10 anos de Leituras
Dedicado à literatura brasileira, o programa semanal Leituras, da TV do Senado, acaba de comemorar dez anos no ar. Escritores como Lygia Fagundes Telles, Autran Dourado e Ferreira Gullar, entre outros, já passaram pelo Leituras. Além das entrevistas, novos livros são comentados a cada edição pelo apresentador do programa e colaborador do Rascunho Maurício Melo Júnior. Leituras nasceu em 29 de setembro de 2001, a partir uma série de entrevistas com escritores realizadas pelo próprio Melo durante a X Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro. Após a veiculação das entrevistas, a TV Senado recebeu vários pedidos de seus telespectadores por um programa voltado à literatura.

Print Friendly