Vidraça

novembro 2011 / Vidraça / Vidraça_novembro_2011

Texto publicado na edição #139

Vidraça_novembro_2011

Balada Literária Criada pelo escritor Marcelino Freire em 2006, a Balada Literária chega a sua sexta edição neste mês e […]

> Por RASCUNHO

Augusto de Campos, homenageado da Balada Literária

Balada Literária
Criada pelo escritor Marcelino Freire em 2006, a Balada Literária chega a sua sexta edição neste mês e homenageia o poeta Augusto de Campos. Apesar do foco em literatura, o evento discute também artes plásticas, música, teatro e outras formas de arte em bate-papos, lançamentos, exposições, oficinas e festas. Sempre com entrada franca e tom descontraído, “sem pompas, sem credenciais”, como diz Freire, também responsável pela curadoria. Neste ano a Balada acontece em diversos locais na capital paulista. Marçal Aquino, Adriana Lunardi, Laerte e Caetano Veloso são alguns dos convidados desta edição, que acontece de 16 a 20 de novembro. A programação completa pode ser conferida no site.

Franzen na Flip
A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) já anunciou seu primeiro convidado: Jonathan Franzen, autor deLiberdade. A 10ª edição da festa acontecerá de 4 a 8 de julho de 2012 e homenageará Carlos Drummond de Andrade. A curadoria é do jornalista Miguel Conde.

Literatura e guerra
O escritor israelense Amós Oz, autor de Uma certa paz, passará pelo Rio de Janeiro e São Paulo, respectivamente, nos dias 7 e 11 deste mês, para a realização de conferência sobre o tema “literatura e guerra”. Militante pacifista, Oz é o escritor israelense mais importante da atualidade, com livros traduzidos em mais de vinte idiomas. Mais informações.

Jabutis dentro
Entre mudanças no regulamento, na lista de finalistas e de vencedores, o 53º Prêmio Jabuti anunciou os 29 ganhadores deste ano. Ribamar, de José Castello (colunista do Rascunho), venceu na categoria Romance, enquanto Desgracida, de Dalton Trevisan, levou o prêmio na categoria Contos e Crônicas, e Em alguma parte alguma, de Ferreira Gullar, ganhou em Poesia. O vencedor de cada categoria levou R$ 3 mil reais. Nesta edição, o Jabuti ampliou de 21 para 29 o número de categorias e passou a premiar apenas o mais votado em cada uma delas, ao invés das três melhores.
Leia entrevista com Ferreira Gullar
Leia entrevista com José Castello

Jabuti fora
Já Alceu Penna e as garotas do Brasil: moda e imprensa – 1933 a 1975, de Gonçalo Junior, escolhido como vencedor na categoria Biografia, foi retirado do prêmio por já ter sido publicado em 2004 por outra editora, apesar de as edições apresentarem diferenças entre si. No lugar, entra O teatro e eu, de Sergio Britto. No próximo dia 30 serão conhecidos o Livro do Ano Ficção e Livro do Ano Não Ficção, cujo valor da premiação é de R$ 30 mil.

Tomas Tranströmer, vencedor do Nobel de Literatura

Nobel aos 80
Contrariando apostas que iam do escritor japonês Haruki Murakami a Bob Dylan, o poeta sueco Tomas Tranströmer foi o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, recebendo aproximadamente R$ 2,7 milhões. Aos 80 anos, Tranströmer tem mais de 20 livros publicados — nenhum deles traduzido no Brasil. A exceção é um único poema, publicado na coleçãoPoesia Hoje, da Fundação Biblioteca Nacional. “Agora, já completados os 80, tenho tempo de sobra para satisfazer minha necessidade de solidão. Hoje são outras as dificuldades para meu exercício de escrita”, afirmou o poeta ao jornal El País, em entrevista publicada logo após o anúncio do prêmio.

Concurso literário
O prazo de inscrição para o Concurso Literário Vertentes, da editora UFG, foi prorrogado para o próximo dia 30. Cada autor pode participar com uma obra em língua portuguesa, totalmente inédita, nas categorias romance, conto, teatro, poesia e prosa infantil. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas via correio. Os vencedores assinarão um contrato com a editora, que publicará as obras na coleção Vertentes. O regulamento do concurso está disponível aqui.

A vez de Barnes
Em sua quarta indicação ao Man Booker Prize, Julian Barnes levou o prêmio literário em língua inglesa por The sense of an ending. O romance será publicado no Brasil ano que vem pela editora Rocco, que já colocou no mercado mais de dez obras do escritor, como O papagaio de Flaubert. Apesar de ser um importante prêmio literário, o Man Booker Prize vem enfrentando críticas por supostamente colocar a popularidade das obras acima da qualidade literária.

Primavera dos livros
É o nome do evento que reúne em torno de 10 mil obras de cerca de cem editoras independentes e chega a sua 11ª edição. Promovida pela Liga Brasileira de Editoras (Libre), pretende dar espaço às casas independentes e conscientizar o público sobre a importância da leitura. A Primavera reunirá ainda editores, escritores e intelectuais em palestras, lançamentos e debates gratuitos nos jardins do Museu da República, no Rio de Janeiro, entre os dias 24 e 27 deste mês.

Andréa del Fuego

Saramago para del Fuego
Com o romance Os Malaquias, Andréa del Fuego é a vencedora do Prêmio Literário José Saramago 2011. A autora deNego fogoEngano seu, entre outras obras, incluindo livros infantis e juvenis, recebeu o valor de 25 mil euros. Nascida em 1975, em São Paulo, Andréa passa a figurar ao lado dos portugueses João Tordo, Valter Hugo Mãe e Gonçalo M. Tavares, vencedores das três últimas edições do prêmio do literário. Nele, são contempladas obras em língua portuguesa, publicadas em países lusófonos no último biênio por autores com menos de 35 anos à época da publicação do livro.

Print Friendly