Vidraça

novembro 2012 / Vidraça / Vidraça

Texto publicado na edição #151

Vidraça

Mia Couto fala em Curitiba, polêmica no Jabuti e a 8ª Fliporto na coluna de notícias

> Por GUILHERME MAGALHÃES

Mia Couto. Foto: Divulgação

Mia Couto em Curitiba
O moçambicano Mia Couto é o convidado do próximo encontro do projeto de leitura de Marcelo Almeida, “Conversa entre amigos”, no dia 8 de novembro. A conversa será centrada no romance Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, publicado em 2002 e lançado no Brasil um ano mais tarde pela Companhia das Letras. O escritor e jornalista Miguel Sanches Neto faz a mediação do bate-papo, marcado para as 19h30, no Teatro Paulo Autran (Shopping Novo Batel).

Nelson Rodrigues. Foto: Divulgação

Nelson em Olinda
Entre 15 e 18 de novembro, Olinda (PE) recebe a 8ª Fliporto — Festa Literária Internacional de Pernambuco. Homenageando Nelson Rodrigues, cujo centenário de nascimento é comemorado em 2012, a programação conta, entre outros, com Ruy Castro (autor da biografia de Nelson, O anjo pornográfico), Mia Couto, Heloísa Seixas, Ana Maria Machado e o historiador cultural americano Robert Darnton. O encerramento, no dia 18, fica por conta de uma aula-espetáculo do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna. Nesta edição do Rascunho, você lê ensaio da escritora e professora Adriana Armony sobre a obra de Nelson.

No Ceará
Começa em Fortaleza no dia 8 de novembro a X Bienal Internacional do Livro do Ceará. Entre os homenageados do evento, está o dramaturgo nigeriano Wole Soyinka, laureado com o Nobel de Literatura em 1986. Na programação, que segue até o dia 18, Ignácio de Loyola Brandão, Lira Neto, Marcia Tiburi, Thalita Rebouças, entre outros. Rogério Pereira, editor do Rascunho, participa de mesa no dia 15 com José Pires, o Pipol, editor do portal de literatura e artes Cronópios. Na pauta, o atual cenário das publicações literárias no Brasil.

Jabuti 1
Foram revelados os vencedores do 54º Prêmio Jabuti nas categorias romance, contos/crônicas e poesia. Em contos e crônicas, Sidney Rocha e seu O destino das metáforas desbancaram Dalton Trevisan, vencedor do Camões neste ano. Em poesia, deu Maria Lúcia Dal Farra com Alumbramentos. Oscar Nakasato venceu em romance por seu Nihonjin. No dia 28 de novembro, serão conhecidos o melhor livro do ano em ficção e não-ficção.

Jabuti 2
Mas esse dia guarda uma revelação ainda mais esperada: “Quem é o jurado C?”. Ao conceder dois zeros e um 0,5 para o romance Infâmia, de Ana Maria Machado, este jurado o tirou da disputa pelo prêmio de melhor romance, mesma situação de Mano, a noite está velha, de Wilson Bueno. Segundo apuração do jornal Folha de S. Paulo, o jurado C seria Rodrigo Gurgel, crítico e colaborador do Rascunho. A Câmara Brasileira do Livro, que promove o Jabuti, não confirma nem nega a informação. Em nota, afirmou que cada jurado é responsável por sua avaliação. Por contrato, Gurgel só pode se pronunciar sobre o prêmio após o dia 28. Já é o terceiro ano seguido em que falhas de regulamento minam a credibilidade do prêmio literário mais tradicional do país.

Prêmio
Estão abertas até 17 de novembro as inscrições para o Prêmio Biblioteca Nacional de Literatura 2012, que premia em sete categorias: poesia, romance, conto, ensaio, tradução, projeto gráfico, literatura infantil e literatura juvenil. A inscrição deve ser realizada pelo autor, sendo habilitadas somente primeiras edições de obras em língua portuguesa publicadas por editoras brasileiras entre 01/09/2011 e 31/08/2012. O edital e a ficha de inscrição podem ser acessados em www.bn.br.

 

Altair Martins. Foto: Valmir Michelon

Paiol Literário
Altair Martins, autor de A parede no escuro e Enquanto água, é o convidado do último encontro de 2012 do projeto Paiol Literário — promovido pelo Rascunho, em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba, o Sesi Paraná e a Fiep. A mediação é do jornalista Irinêo Baptista Netto. A conversa com o escritor acontece em 21 de novembro, às 20 horas, no Teatro Paiol, em Curitiba (PR). Entrada franca.

Gigante das letras
O jornal britânico The Bookseller confirma a fusão dos dois maiores grupos editoriais do mundo, o alemão Bertelsmann (dono da editora Random House) e o britânico Pearson (dono da Penguin). O objetivo seria criar um “líder de mercado global em resposta ao desafio estratégico do rápido crescimento do mercado de e-books”. A fusão deve ser finalizada na segunda metade de 2013, criando a Penguin Random House. Os alemães terão 53% da nova empresa, e os britânicos, 47%. O atual CEO da Penguin, John Makinson, será presidente da Penguin Random House, enquanto o CEO da Random, Markus Dohle, assume como diretor executivo da nova empresa, que enfrentará os gigantes Google, Apple e Amazon no cada vez mais disputado mercado de livros digitais.

 

Javier Marías. Foto: Quin Llenas

Não, obrigado
O escritor espanhol Javier Marías recusou o Prêmio Nacional de Narrativas, outorgado pelo governo da Espanha, pelo seu romance Os enamoramentos, lançado recentemente no Brasil. Em coletiva de imprensa, o autor agradeceu o júri, mas recusou o prêmio de 20 mil euros, dizendo que tem evitado as instituições estatais, independentemente do governo vigente.

Dia de José
A partir deste ano, em Lisboa, 16 de novembro é o Dia do Desassossego. O nome vem da obra de Fernando Pessoa, mas a homenagem vai para o conterrâneo do poeta, José Saramago. A data marcaria o aniversário de 90 anos do ganhador do Nobel.

Print Friendly