Vidraça

abril 2013 / Vidraça / Vidraça

Texto publicado na edição #156

Vidraça

Nobel no Brasil O escritor sul-africano J. M. Coetzee (foto) virá ao Brasil para duas conferências em abril. Na primeira, […]

> Por GUILHERME MAGALHÃES

J. M. Coetzee. Foto: Bert Nienhuis/Divulgação

Nobel J. M. Coetzee, autor de “Desonra”, debate a censura em conferências no Brasil


Nobel no Brasil
O escritor sul-africano J. M. Coetzee (foto) virá ao Brasil para duas conferências em abril. Na primeira, que acontece em Curitiba, no dia 15, o Nobel de Literatura de 2003 falará com o público do programa de incentivo à leitura “Conversa Entre Amigos­” sobre seu romance O homem lento. Em seguida, debaterá a censura, tema que retorna constantemente em sua ficção e que também norteia a discussão na conferência de Porto Alegre, que acontece no dia 18 na UFRGS. Em ambos os encontros, o autor será apresentado pela ensaísta Kathrin Rosenfield, especialista em sua obra. Após os encontros, Coetzee autografa um número limitado de livros, incluindo seu novo romance, A infância de Jesus. A vinda de Coetzee marca também a pré-estréia do LiterCultura. O festival de literatura faz sua estréia oficial em agosto deste ano, com intensa programação cultural no centro histórico de Curitiba.
Informações: www.conversaentreamigos.com.br e www.difusaocultural.ufrgs.br.

 

VIDRAÇA_Sábados_inquietos

Crônicas 1
O jornalista e crítico José Castello, colunista do Rascunho, lança pela Leya uma coletânea de seus 100 melhores textos publicados no caderno Prosa do jornal O Globo. Sábados inquietos fala sobre “a arte como expressão da loucura ou (…) como opção pela loucura”, além de apresentar retratos da singular visão de Castello sobre o ato de ler, que para ele nada mais é do que “errar, vacilar e fugir”.

 

Claudia Lage

Textos de Claudia Lage publicados no Rascunho serão reunidos em livro

Crônicas 2
Já a jornalista e escritora carioca Claudia Lage (foto) prepara para o primeiro semestre deste ano um livro reunindo as crônicas que publicou no Rascunho entre 2008 e 2011 na coluna Atrás da estante. Em seus textos, Claudia abordou temas ligados ao mundo dos livros, de escritores como o português Saramago e a chinesa Xinram, até experiências de primeiras leituras e bibliotecas.

 

Alexandre Vidal Porto, vencedor do Prêmio Paraná de Literatura, terá seu romance reeditado pela Companhia das Letras

Alexandre Vidal Porto, vencedor do Prêmio Paraná de Literatura, terá seu romance reeditado pela Companhia das Letras

Reeditado 1
Sérgio Y. vai à América, vencedor do Prêmio Paraná de Literatura 2012 na categoria Romance, ganhará reedição pela Companhia das Letras. O livro de Alexandre Vidal Porto (foto) teve uma primeira tiragem de 1 mil exemplares quando anunciado o resultado do prêmio, em dezembro passado. Destes, 100 foram destinados ao autor e o restante, distribuído para bibliotecas do Paraná e de outros estados.

Reeditado 2
O vencedor na categoria Conto, Papis et circenses, de José Roberto Torero, também ganhará nova edição. Sai pela Alfaguara ainda em 2013.

Off Flip
A oitava edição do Prêmio OFF Flip de Literatura está com inscrições abertas até o dia 2 de maio. Criado em 2006 como parte da programação literária da OFF Flip, por sua vez um evento paralelo à Flip, o prêmio oferecerá um total de R$ 16 mil aos poetas e contistas vencedores, além de estada em Paraty, ingressos para mesas da Flip, entre outros mimos. Os trinta finalistas serão publicados numa coletânea a sair pelo selo Off Flip. O sarau de premiação acontece no Centro Cultural Sesc Paraty entre 3 e 7 de julho, durante a festa literária. Mais informações podem ser encontradas no site da premiação.

Estação dos cursos
O mês de abril promete uma programação intensa de cursos e oficinas na Estação das Letras, espaço cultural carioca. Destaque para o workshop “A construção da narrativa dinâmica: literatura e internet”, com a escritora Ana Paula Maia; e a oficina “A linguagem do jornalismo cultural: produção de texto”, com o jornalista Alvaro Costa e Silva, colaborador dos cadernos Ilustríssima (Folha de S. Paulo) e Prosa (O Globo). As aulas acontecem na sede da Estação, no bairro do Flamengo. A programação completa e informações sobre inscrições estão disponíveis no site www.estacaodasletras.com.br.

 

Chinua Achebe. Foto: Divulgação

Chinua Achebe (1930-2013) é considerado um dos fundadores do romance africano moderno

Luto
Morreu em 21 de março o escritor nigeriano Chinua Achebe (foto), aos 82 anos. Achebe é autor de O mundo se despedaça, publicado originalmente em 1958, lançado aqui em 1983 pela Ática e reeditado pela Companhia das Letras em 2009. No livro, o escritor retrata a chegada de uma cultura estrangeira e a desestruturação ocorrida nas tradições nigerianas com a vinda do homem branco e europeu. Em 2007, venceu o Man Booker International Prize pelo conjunto de sua obra.

Print Friendly