Prateleira

julho 2019 / se / o que eu vi

#Exclusivo no Site

se / o que eu vi

André Caramuru Aubert Patuá 94 págs. Em seu terceiro livro de poemas, o paulistano André Caramuru Aubert dá voz a […]

André Caramuru Aubert
Patuá
94 págs.

Em seu terceiro livro de poemas, o paulistano André Caramuru Aubert dá voz a um eu-lírico melancólico, contemplativo e apocalíptico. Os versos passeiam tanto pelos meandros da memória quanto por paisagens e ruas de uma cidade em uma segunda-feira chuvosa e fria. Mas são os poemas de abertura e encerramento, se e o que eu vi, respectivamente, que parecem dar a tônica dessa reunião lírica: inicia-se com o vislumbre de um fim horrendo e se fecha com “um louco tropel de animais e homens” em meio à catástrofe inevitável.

Print Friendly