Prateleira

agosto 2018 / Nobel

#Exclusivo no Site

Nobel

Jacques Fux José Olympio 127 págs. Após duvidosas escolhas feitas ao longo dos anos, a Academia Sueca premia o escritor […]

Jacques Fux
José Olympio
127 págs.

Após duvidosas escolhas feitas ao longo dos anos, a Academia Sueca premia o escritor mineiro Jacques Fux com o Nobel de Literatura. Com esse ponto de partida ficcional, Fux elabora um discurso de aceitação para debater o que há de podre no meio literário, distanciando-se da visão idealizada — entre outras questões, a rede de trocas desavergonhada, a pompa e manias dos escritores, as canalhices de todos os tipos e as picuinhas que acontecem entre os pares.

Print Friendly