Prateleira

janeiro 2019 / Cada tempo tem a tragédia que merece

#Exclusivo no Site

Cada tempo tem a tragédia que merece

Thiago Martins Moinhos 102 págs. A globalização, a complexificação das sociedades e as diferentes maneiras de se relacionar com o […]

Thiago Martins
Moinhos
102 págs.

A globalização, a complexificação das sociedades e as diferentes maneiras de se relacionar com o outro fazem com que a missão do novo contista seja árdua. Cada vez mais há novidades sociais a serem exploradas pelo olhar clínico do prosador, que faz do cotidiano sua matéria-prima. É nessa linha que o brasiliense Thiago Martins elabora os 17 contos deste livro, mostrando que, por incrível que pareça, o ser humano ainda é mais do que as informações diluídas do Twitter ou os likes do Facebook.

Print Friendly