Dom Casmurro

julho 2020 / Dom Casmurro / Katia Marchese

Texto publicado na edição #243

Katia Marchese

Três poemas de Katia Marchese

> Por Katia Marchese

Ilustração: Isabela Sancho

Ilustração: Isabela Sancho

Por 1.260 dias

Toda manhã
dispõe braços e pernas.
Dobra ilusões
e inaugura mil tsurus.

O desejo conspira.

A vida despeja,
pode deixar o quarto.

 

Ilustração: Isabela Sancho

Ilustração: Isabela Sancho

Onze horas

Ficar a sós com seus ossos e cabelos.
Compreender as articulações
empresta fios ao movimento.

A poltrona escolhe o sol.

Até que a carne termine seus preenchimentos,
calça o sapato negro e ensina luto aos pés pequenos.

Ilustração: Isabela Sancho

Ilustração: Isabela Sancho

Rota 86

Ao centro,
sentada à cama,
a mulher posa
mala e corpo.
E algo nos olhos cala
a tragédia que provocou.
Sabe, eloquente,
que o inferno de uma vida
entre quatro paredes
será iluminado
pela luz do mundo exterior.

Lá fora, o carro aguarda
a velocidade dos seus sapatos.

Print Friendly