Vidraça

agosto 2019 / Vidraça / Fronteiras e literatura

Texto publicado na edição #232

Fronteiras e literatura

Notas sobre literatura e mercado editorial

> Por Jonatan Silva | Coluna

O Litercultura, que acontece em Curitiba entre 12 e 16 de agosto, na Capela Santa Maria, terá como atração principal o cubano Leonardo Padura, vencedor do Prêmio Princesa das Astúrias e autor de O homem que amava os cachorros, A transparência do tempo, entre outros. Partindo do tema Fronteiras, cinco escritores de diferentes nacionalidades, dentre eles o brasileiro Bernardo Carvalho, falarão de seus pontos de vista e sobre as questões implícitas à discussão. “Literatura, por sua vez, é zona de conflito, é sempre situação-limite, é experiência adensada pelo encontro e desencontro do sujeito com esse outro, estrangeiro sempre, que obriga a um deslocamento, a uma travessia”, afirma Cezar Tridapalli, escritor e produtor executivo do evento. Para saber mais: litercultura.com.br

Vertigem cosmopolita
Cezar Tridapalli, por sinal, já está com seu terceiro livro, Vertigem do chão, engatilhado. A obra será publicada pela Moinho e narra a história de dois personagens: um bailarino brasileiro que deixa o país para viver na Holanda, por entender que a sua arte não tem espaço por aqui; o outro é um holandês cujo namorado foi assassinado por um fanático religioso e se vê obrigado a abandonar seu país. O autor cria um cenário para discutir a identidade, a representação e a ideia do eu no sujeito contemporâneo.

Prêmio Paraná interrompido
O Prêmio Paraná de Literatura, organizado pela Biblioteca Pública do Paraná, não terá edição neste ano. A interrupção se deve a possíveis reformulações para 2020. O concurso — que oferece, além da publicação das obras, R$ 30 mil como premiação — teve entre seus ganhadores autores como Vanessa Bárbara, Caetano Galindo, Henrique Schneider, José Roberto Torero e Alexandre Vidal Porto.

Novo Modiano
Deve sair em outubro, pela Gallimard, o novo livro de Patrick Modiano, Nobel de Literatura em 2014. Encre sympathique, como muito de seus livros, concentra-se na busca e na tentativa de encontrar laços entre o passado e o presente. Jean Eyben, protagonista do romance, tenta elucidar o desaparecimento de Noëlle Lefebvre, um caso já prescrito, mas jamais resolvido. As únicas pistas de que Eyben dispõe são as mesmas que constam do processo e, por isso, precisará se desdobrar para resolver o mistério.
Encre sympathique não tem previsão de ler publicado no Brasil.

Mais um clube
Aproveitando a boa aceitação dos clubes de assinatura de livros, o leitor brasileiro pode se aventurar em mais uma opção, o Bux Club. Seguindo o modelo da TAG, que em 2019 completou cinco anos de atividades, a nova empreitada terá seus títulos escolhidos por curadores. A diferença, porém, é que o cliente assinará o serviço de curadoria, ou seja, todos os meses o kit será escolhido pelo mesmo curador. Fazem parte do time de 18 curadores do projeto, que oferece planos de assinatura de R$ 49,90 a R$ 72,90, a cartunista Laerte Coutinho, a cantora Fernanda Takai, o poeta Pedro Gabriel, a booktuber Isabella Lubrano e o apresentador Marcos Mion.

• Bifurcação vencedora
Mauro Henrique Signorelli Guidi venceu — com o livro Bifurcação e outras estórias — o II Concurso Literário Editora UFPR. A obra, um das 98 analisadas pela comissão julgadora, será lançada na 38ª Semana Literária Sesc & XVII Feira do Livro Editora UFPR, que acontece entre 23 e 28 de setembro, na Praça Santos Andrade e no Sesc Paço da Liberdade, em Curitiba.

Breves
• Raphael Montes, autor de Uma mulher no escuro e Dias perfeitos, lidera a lista Nielsen PublishNews de autores brasileiros mais vendido no varejo, superando best-sellers como Augusto Cury e nomes clássicos como Clarice Lispector e Graciliano Ramos.

• A Academia Brasileira de Letras promove em agosto uma série de conferências sobre temas que refletem discussões em torno de questões a respeito do futuro, os direitos humanos e as relações amorosas.

• O jornalista e booktuber Yuri Al’Hanati acaba de publicar seu primeiro livro de crônicas, Bula para uma vida inadequada. Depois de lançado na Flip e em São Paulo, é a vez de Curitiba, dia 10 de agosto, às 15h, na Arte & Letra.

• Luiz Andrioli lança no dia 17 deste mês, no Cine Passeio, em Curitiba, Crônicas do varal da casa ao lado. Segundo o autor, “a reunião de textos tem como fio condutor um varal de roupas observado e fotografado por quase dois anos”. A obra sai pela Prosa Nova.

• Evandro Nascimento publica, pela 7Letras, A Desordem das inscrições, seu novo livro de ficção.

Print Friendly