215

Rae Armantrout_215

Rae Armantrout

Por André Caramuru Aubert

Dez poemas de Rae Armantrout

Lucas Guimaraens, autor de Exílio — o lago das incertezas.

Lucas Guimaraens

Por Lucas Guimaraens

Cinco poemas de Lucas Guimaraens

Raul_Brandao_2_215

O jogo da vida e da morte

Por GABRIELA SILVA

“Húmus”, obra-prima do português Raul Brandão, transita entre prosa poética, ensaio e romance

Jorge da Cunha Lima , autor de Troia Canudos.

As idades da poesia

Por WLADIMIR SALDANHA

Em “Troia Canudos”, Jorge da Cunha Lima descuida da coesão nas releituras épicas, mas afirma sua força de lírico elegíaco

Oscar_Nakasato_2_215

Conflitos incontornáveis

Por MARCIO RENATO DOS SANTOS

Em “Dois”, Oscar Nakasato problematiza impasses familiares, a passagem do tempo e recria a memória brasileira recente

Ilustração: Oscar Nakasato por Fábio Abreu.

Estrangeiros

Por HARON GAMAL

“Dois”, de Oscar Nakasato, parte dos conflitos familiares para discutir as relações afetivas e suas consequências

Domenico_Starnone_2_215

Das cartas ao soco

Por ARTHUR TERTULIANO

O breve “Laços”, do italiano Domenico Starnone, transforma-se aos poucos num turbilhão emocional

Marília Garcia, autora de Câmera lenta.

Pensar com as mãos

Por RASCUNHO

26 perguntas a Marília Garcia

João Meirelles Filho, autor de O abridor de letras.

Uma Amazônia mítica e real

Por MAURÍCIO MELO JÚNIOR

“O abridor de letras” se embrenha por rincões meio esquecidos pela literatura contemporânea

Joca_Reiners_Terron_2_foto_Isabel_Santana_Terron_215

Fantasmas no labirinto

Por Arthur Marchetto

Narrativa sinuosa de “Noite dentro da noite”, de Joca Reiners Terron, discute o que existe nos espaços fronteiriços

Lucia Berlin, autora de Manual da faxineira.

A sobriedade da embriaguez

Por Iara Machado Pinheiro

Em “Manual da faxineira”, de Lucia Berlin, o cômico e o horror convivem numa fusão, por vezes, desconcertante

Hiro Arikawa, autora de Relatos de um gato viajante.

Leituras de uma mente viajante

Por CAROLINA VIGNA

“Relatos de um gato viajante”, de Hiro Arikawa, é um livro sobre morrer, solidão, generosidade e amor