172

Lirismo e narrativa

Por CLAYTON DE SOUZA

Não é pequeno o fascínio que um gênero literário como o conto exerce aos olhos de um leitor cuja boa […]

PRATELEIRINHA_172

Por RASCUNHO

Neguinho brasileiro Luis Pimentel Ilustrações: Victor Tavares Pallas Mini 32 págs. Neguinho mora no bairro Abolição, Zona Norte do Rio […]

E o texto lança de si significados

Por EDUARDO FERREIRA

O texto lança de si sentidos, vários, tantos. Explosão. Caos feito dessa confusa profusão de significados, à espera de seu […]

size_590_otto-lara-resende

O inferno de Otto

Por VILMA ARÊAS

Histórias de “Boca do inferno” apresentam traços poéticos e a crueza de imagens desalentadas

Miguel_Sousa_Tavares_1_172

Novela das nove

Por GUILHERME PAVARIN

Em “Madrugada suja”, Miguel Sousa Tavares esbarra em clichês típicos da dramaturgia televisiva

Hora de pecado e ironia

Por ROBERTA ÁVILA

O que seria a Hora de alimentar serpentes? O título do livro de Marina Colasanti não é apenas o título […]

luiz-ruffato

Um romance, se assim o leitor quiser

Por CARLOS AUGUSTO SILVA

Personagens desiludidos com a vida e expatriados unificam “Flores artificiais”, de Luiz Ruffato

VIDRAÇA_172

Por JOÃO LUCAS DUSI

Copa do Mundo de Literatura Na Copa do Mundo de Futebol, a Alemanha levou o título; já na Copa do […]

Kenneth_Rexroth_2_172

KENNETH REXROTH

Por KENNETH REXROTH

Tradução e seleção: André Caramuru Aubert Um poeta intenso e de múltiplas e paradoxais facetas. Assim poderia ser descrito, em […]

A Lírica do Exílio e a cultura brasileira (final)

Por JOÃO CEZAR DE CASTRO ROCHA

Um resíduo-ruína Na coluna passada, mencionei o efeito principal da “lírica do exílio” no plano da reflexão: a “epistemologia da […]

lahiriweb_2662944b

Do meio da Índia

Por GISELE EBERSPÄCHER

O exílio e o deslocamento são a força e o centro da literatura de Jhumpa Lahiri

Que viagem ficar aqui parado

Por ARTHUR TERTULIANO

As definições de “livros para se ler em uma sentada” foram atualizadas. Ok, talvez eu esteja me antecipando. Ou tão […]