145

Mattinata

Por FERNANDO MONTEIRO

1. Primeiros sinais da manhã na madrugada ainda de mão fechada sobre a garganta das árvores. No escuro antes da […]

As marcas distintivas de toda tradução

Por EDUARDO FERREIRA

Traduzir é, também, buscar, no original, as marcas que deverão reaparecer no texto vertido. Marcas identificáveis, que representam o âmago, […]

Ricardo Piglia

A volta dos que foram

Por CAROLA SAAVEDRA

Cabe ao escritor escolher entre dois extremos: julgar o outro ou fundir-se com ele

Política e poesia

Por JOSÉ CASTELLO

Os políticos não falam em versos. A respeito dessa insuficiência da política, comenta meu mestre, o argentino Juan José Saer (1937-2005): […]

Ruído Branco

Top 15: os novos clássicos da cultura

Por LUIZ BRAS

Imagine que estamos em 1912. Imagine que um jornalista pediu a você que dissesse quais são, em sua opinião, os […]

Sergio Faraco. Foto: Divulgação

Método de trabalho

Por RASCUNHO

Sergio Faraco fala sobre a vida do escritor e o meio literário

Mário de Sá-Carneiro

Ao lado de Pessoa

Por HENRIQUE MARQUES SAMYN

À sombra da biografia do autor, obra de Sá-Carneiro pede uma nova leitura

Henrique_Duarte_Neto_145

As noites dentro da noite

Por MARCOS PASCHE

“Eu entendo a noite como um oceano/ que banha de sombras um mundo de sol.” O trecho inicial da canção […]

Mia Couto. Foto: Bel Pedrosa

Leitura do mundo

Por PERON RIOS

  Em 2009, pela editora Caminho, de Lisboa, saía a coletânea de crônicas E se Obama fosse africano? — e […]

Tostão. Foto: Pedro Silveira/ Divulgação

Lúdico e mágico

Por LUIZ GUILHERME BARBOSA

Nas crônicas de A perfeição não existe, Tostão apesenta reflexões e idéias para além dos campos de futebol

Luiz Bernardo Pericás, autor de Cansaço, a longa estação

Universalismo sertanejo

Por MAURÍCIO MELO JÚNIOR

Prosa afiada de Luiz Bernardo Pericás confere universalidade ao sertão histórico

Yu Hua, autor de Crônicas de um vendedor de sangue

Os espectros do gigante

Por SERGIO VILAS-BOAS

Na China dilacerada de Yu Hua, a dinâmica social diminui o indivíduo, que tem de buscar referências em si próprio