Fora de sequência

dezembro 2016 / Fora de sequência / Diálogo trumpinambá (com tradução)

Texto publicado na edição #200

Diálogo trumpinambá (com tradução)

Armas de fogo, de estouro, recipientes de pólvora

> Por FERNANDO MONTEIRO

Ere-îu-pe?
Vieste?
Pá, a-îu.
Sim, vim.
Té, aûîé n’ipó. Marã-pe nde r-era?
Ah, muito bem! Qual é teu nome?
Reri-ûasu.
Ostra Grande.
Ere-îakasó-p’i’ang?
Imigrante, por acaso?
Pá.
Sim.
E-îori nde r-etam-ûama r-epîaka.
Vem para ver tua futura terra.
Aûîebé!
Perfeitamente!
Îandé r-epîaka o-ur, îandé r-epîaka our-é, xe r-a’yr. Té, o-ur-eté kybõ Reri-ûasu ymûã.
Vem para nos ver! Vem para nos ver, meu filho! Ah, veio já mesmo para cá o Ostra Grande!
Ere-ru-pe nde karamemûã?
Trouxeste tua caixa?
Pá, a-rur.
Sim, trouxe-a.
Mboby-pe? Mba’e-pe ere-ru nde karamemûã pupé?
Quantas? Que trazes dentro de tua caixa?
Aoba.
Roupas.
Marã-ba’e?
De que espécie?
Soby-eté, pyrang, îub, s-un, s-oby-manisob, pirian, pykasu-aba, ting.
Elas são azuis, vermelhas, amarelas, elas são pretas, elas são verde-maniçoba, listradas, de cor de pena de pomba, elas são brancas.
Mba’ e-pe amõ?
Que mais?
Akang-aob-urupé.
Chapéus-cogumelos.
S-etá-pe?
Eles são muitos?
I katupabe ) .
Eles são muitíssimos.
Aîpó nhõ?
Só isso?
Erimã.
Absolutamente.
E-s-enõî-mbá.
Nomeia tudo.
Mokaba, mororokaba, moká-ku’i uru.
Armas de fogo, de estouro, recipientes de pólvora.
Marã-ba’é?
De que espécie?
Tapi’ir-usu ‘aka.
Chifres de boi.
Aûîé-katu tenhe )!
Excelente!
Mba’e-pe s-epy-rama?
Qual é o preço deles?
A-rur itá-ingapema.
Trouxe espadas.
N’a-s-epîak-i xo’e-pe-ne?
Não as verei?
Mbegûé irã…
Devagar…
N’ere-ru-pe îyapara?
Não trouxeste foices?
A-rur.
Trouxe-as.
I katu-pe?
Elas são boas?
Îy-apar-eté.
Foices muito boas.
Abá-pe o-monhang?
Quem as fez?
Paîé-gûasu r-emimonhanga Pu-a-tin.
São obra do grande pajé Pu-a-tin.

Print Friendly