Simetrias dissonantes

Ilustração: Teo Adorno.

Manifesto: convergência (por uma nova ilusão utópica • parte 2)

Por NELSON DE OLIVEIRA

A história da comunicação humana começa com mímicas e grunhidos

utopia

Simpatia: Empatia: Utopia

Por NELSON DE OLIVEIRA

As considerações de Nanete Neves, Marco Aqueiva e Ramiro Giroldo

Ilustração: Tereza Yamashita

A concretude dos mundos reais

Por NELSON DE OLIVEIRA

Reproduzo abaixo os principais trechos de sua carta aberta. O texto integral será oportunamente publicado na web

Ilustração: Aline Daka

Convergência de utopias (sobre anarquias, autarquias, utopias e realidades)

Por NELSON DE OLIVEIRA

O direito de criar anarquia. De criar na anarquia

utopia

A utopia necessária

Por NELSON DE OLIVEIRA

E se o papel dos escritores, além do papel, for o exemplo?

Adriane Garcia

Uma nova rede sensível

Por NELSON DE OLIVEIRA

O escritor deve buscar uma escrita que não fale demais

Ilustração: Matheus Vigliar

Carta aberta ao utópico escritor Nelson de Oliveira

Por NELSON DE OLIVEIRA

Deixo aqui um convite aos escritores: venham participar desse processo

pareyson

Manifesto: convergência (Por uma nova ilusão utópica)

Por NELSON DE OLIVEIRA

Um planeta sem muros é uma impossibilidade prática e teórica

Ilustração: Dê Almeida

Kenneth Goldsmith: clarividência ou mistificação?

Por NELSON DE OLIVEIRA

Quem é Kenneth Goldsmith?

Ilustração: Matheus Vigliar

Hoje acordei muito triste, com saudade do trema

Por NELSON DE OLIVEIRA

Confesso que levei certo tempo pra compreender o macete do trema

Ilustração: Eduardo Souza

O início do fim

Por NELSON DE OLIVEIRA

O pior inimigo da arte é a preguiça mental da plateia?

Manoel Carlos Karam, autor de obras sincopadas e pontiagudas.

Manoel é o manual do mundo-ruído

Por NELSON DE OLIVEIRA

.