Fora de sequência

Ilustração: Carolina Vigna

Sobre “diários” & literatura

Por FERNANDO MONTEIRO

“Diários” são anotações varejadas leve ou custosamente, à maneira do “querido diário”

trump_200

Diálogo trumpinambá (com tradução)

Por FERNANDO MONTEIRO

Armas de fogo, de estouro, recipientes de pólvora

jose

O frêmito pelos melhores autores de todos os tempos da semana passada

Por FERNANDO MONTEIRO

Minha ignorância dos finlandeses jovens que escrevem obras-primas é enorme

lawrence-da-arabia

A matriz de “A matriz” (final)

Por FERNANDO MONTEIRO

“The mint” permanece vivendo numa espécie de limbo

T. E. Lawrence, autor de A matriz

A matriz de “A matriz” (1)

Por FERNANDO MONTEIRO

Em “A matriz”, não se encontra horizonte algum de grandeza que console

A escritora ítalo-cubana Alba de Céspedes

Começos que definem uma narrativa (final)

Por FERNANDO MONTEIRO

O que existe realmente na literatura brasileira?

A escritora Alba de Céspedes

Começos que definem uma narrativa (1)

Por FERNANDO MONTEIRO

Como o bom início de um romance é fundamental para o restante da narrativa

Ilustração: Matheus Vigliar

Retornando aos escritores laterais (final)

Por FERNANDO MONTEIRO

O escritor lateral nunca está no posto principal, e ele, tampouco, não quer isso

Ilustração: Tiago Silva

Retornando aos escritores laterais (1)

Por FERNANDO MONTEIRO

Literal e literariamente, o escritor lateral ainda me fascina

O escritor norte-americano Damon Alfred Runyon

Quando traduzirão Damon Runyon aqui em Pindorama?

Por FERNANDO MONTEIRO

Damon Runyon é um autor que precisa ser publicado no Brasil

Portrait de Pier Paolo Pasolini au moment du tournage du film "La rabbia" (La rage) en1963.
© Dondero/ Leemage

Pier Paolo Pasolini: 40 anos da morte do poeta mais vivo (final)

Por FERNANDO MONTEIRO

Pasolini morreu defendendo uma vida livre dos campos de extermínio

O poeta e cineasta italiano Pier Paolo Pasolini

Pier Paolo Pasolini: 40 anos da morte do poeta mais vivo (3)

Por FERNANDO MONTEIRO

O poeta Pier Paolo Pasolini queria explodir a realidade baixa dos medíocres