Entrevistas

Contardo Calligaris, autor de Cartas a um jovem terapeuta

A língua que habito

Por Iara Machado Pinheiro

O psicanalista e escritor italiano Contardo Calligaris fala sobre sua relação com a escrita e a literatura — e como essas atividades o ajudam a explorar a complexidade humana

Paulo Scott, autor de Marrom e amarelo

Uma aventura pelo país-cilada

Por JOÃO LUCAS DUSI

Em “Marrom e amarelo”, Paulo Scott explora a mentalidade escravagista que ainda prevalece no Brasil

Magdalena-Edwards_1

A verdadeira Clarice

Por David Shook

A tradutora Magdalena Edwards fala sobre a experiência de verter Clarice Lispector para o inglês

Luís Bueno acaba de receber o Prêmio Biblioteca Nacional por Paradeiro, seu romance de estreia

“Todo lugar é lugar de se morrer”

Por JOÃO LUCAS DUSI

No romance “Paradeiro”, Luís Bueno elabora um mosaico narrativo, com diferentes vozes, em que os personagens vivem situações-limite

Sérgio Sant’Anna, autor de Amazona

Meio século contra a mesmice

Por Jonatan Silva

Em 50 anos de vida literária, Sérgio Sant’Anna construiu uma obra plural e ampliou as fronteiras do conto

Paulo_Henriques_Britto_Foto_1_Renato_Parada_231

Bastidores da métrica

Por MÁRWIO CÂMARA

O autor carioca “Paulo Henriques Britto” revela as particularidades de sua poética

Luiz Antonio de Assis Brasil , autor de Escrever ficção

Em meio à selva literária

Por JOÃO LUCAS DUSI

Professor de criação literária há 34 anos, Luiz Antonio de Assis Brasil reúne sua vasta experiência em “Escrever ficção”

Maria_Valeria_Rezende_foto_3_Adriano_Franco_229

Pelo mundo quase todo

Por Sandro Retondario

Para Maria Valéria Rezende, a literatura sempre foi “um modo de tentar compreender as atitudes dos outros”

Flavio Cafiero, autor de Espera passar o avião

O demônio da memória

Por JOÃO LUCAS DUSI

Em “Espera passar o avião”, novo romance de Flavio Cafiero, o ruído funciona como metáfora para uma narrativa fragmentada e repleta de traumas

Reinaldo_Moraes_foto3_Renato_ Parada_227

Uma pornopopeia maior que mundo

Por LUIZ REBINSKI

“Maior que o mundo”, de Reinaldo Moraes, traz personagens picarescas, putaria, drogas e excessos

Leonardo_Tonus_2_225

A poética de um expatriado

Por MÁRWIO CÂMARA

Nos poemas de Agora vai ser assim, Leonardo Tonus explora o precário panorama global da existência

Reinaldo_Santos_Neves_foto_2_Camila_Matusoch_224

Divina tragédia

Por Leandro Reis

Novo romance de Reinaldo Santos Neves põe em xeque a existência humana num mundo pós-apocalíptico