Ensaios e Resenhas

Arthur Schnitzler, autor de Juventude em Viena

O retorno de um gênio

Por BRENO KÜMMEL

Juventude em Viena traz de volta à tona parte da obra excepcional de Arthur Schnitzler

Juliana Meira, autora de Poema pássaro

Todos os sentidos

Por VILMA COSTA

Poema pássaro, de Juliana Meira, discute o fazer poético e a palavra

Otávio Linhares, autor de O esculpidor de nuvens

Sem tambor nem trombeta

Por ANDRÉ ARGOLO

Otavio Linhares aposta na transgressão da linguagem: às vezes, ganha; às vezes, perde

Renato_Rezende_186

Dispersa retórica

Por MARCOS PASCHE

Renato Rezende se propõe a dizer algumas coisas sobre crítica, política e poesia, mas não diz quase nada

João Batista de Melo, autor de Malditas fronteiras

Em busca da cerveja medieval

Por RODRIGO CASARIN

Malditas fronteiras, de João Batista Melo, se desenrola com calma e paciência e tem a guerra sempre à espreita

Lord_Byron_2_186

Poesia politicamente incorreta

Por WAGNER SCHADECK

A leitura da obra do sagaz e melancólico Byron é uma forma de resistência à imbecilidade contemporânea

Donna Tartt

Melancolia emoldurada

Por LÍVIA INÁCIO

O pintassilgo, de Donna Tartt, é uma pintura fiel da angústia

Ilustração: Hallina Beltrão

A poesia proibida

Por PERON RIOS

Antologia apresenta poetas brasileiros que se aproximaram do erótico e do pornográfico

C

A busca dentro de casa

Por LUIZ PAULO FACCIOLI

Em O irmão alemão, Chico Buarque parte de uma história verídica sobre um filho que seu pai teve na Alemanha

Milton_Hatoum_foto_186

Narrativas possíveis

Por NATÁLIA LEON NUNES

Ensaio esmiúça os narradores dos quatro romances de Milton Hatoum

Umberto_Eco_ilustra_De_Almeida_186

Em defesa de Eco

Por IVONE BENEDETTI

Tradutora do romance Número zero, de Umberto Eco, rebate crítica de Luiz Horácio, publicada na edição de setembro

Umberto Eco, autor de Número zero.

Sonolento e previsível

Por LUIZ HORÁCIO

Número zero, de Umberto Eco, é um romance repetitivo, cansativo e sem a mínima surpresa ao leitor