Ensaios e Resenhas

Óssip Mandelstam, autor de O rumor do tempo e Viagem à Armênia

Realidade forjada

Por LUIZ HORÁCIO

“O rumor do tempo e Viagem à Armênia”, do russo Óssip Mandelstam, mesclam memória e ficção

Ilustração: Conde Baltazar

A vidraça e o espelho

Por HOMERO FONSECA

As obras-primas de Euclides da Cunha e Gilberto Freyre são complexas, contraditórias e ainda têm muito a nos dizer

casa-de-las-americas

Brasil e Cuba de mãos dadas

Por ADRIANA LISBOA

A instituição cultural Casa de las Américas congrega autores, pensadores e artistas latino-americanos da forma mais ampla possível

Adrienne Myrtes, autora de Mauricéa

Relato da barbárie cotidiana

Por MAURÍCIO MELO JÚNIOR

O romance “Mauricéa”, de Adrienne Myrtes, narra a desgraçada trajetória de um homossexual radicado em São Paulo

Luís Bueno, autor de Paradeiro

Verdades variáveis

Por Carla Bessa

Em “Paradeiro”, Luís Bueno utiliza diferentes vozes para denunciar a fragilidade das nossas convicções face à doença e à morte

terezia_mora_230

Agora, aqui

Por GISELE EBERSPÄCHER

Todo dia, da húngara Terézia Mora, apresenta um personagem afásico perante os acontecimentos da própria vida

J. R. Penteado, autor de O menino do lado de lá

Os leitores do lado de cá

Por CAROLINA VIGNA

“O menino do lado de lá” constrói um universo de fantasia que conduz ao autoconhecimento

Han-Kang_230

Metamorfose coreana

Por PAULO KRAUSS

A protagonista “d’A vegetariana”, de Han Kang, acorda de um sonho intranquilo para viver uma história violenta e erótica;

enrique vila-mattas_2_230

Nada se cria

Por Jonatan Silva

Em “Mac e seu contratempo”, Enrique Vila-Matas brinca com o leitor e reflete sobre a originalidade na literatura

Leitor_irresponsável_ilustra_1_Hallina_Beltrão_230

O leitor irresponsável

Por Ary Quintella

Não só o escritor sofre desse mal: o “bloqueio de leitor” também assombra os que se dedicam à literatura

Juan Pablo Villalobos, autor de Ninguém precisa acreditar em mim

Um tanto de engano e um resto de verdade

Por Iara Machado Pinheiro

“Ninguém precisa acreditar em mim”, de Juan Pablo Villalobos, traz os traços cômicos dos romances anteriores, mas configurados em uma forma particular e original

Emilio Fraia, autor de Sebastopol

Tudo é uma coisa só

Por Ricardo Silva

“Sebastopol”, de Emilio Fraia, traz contos carregados de uma sutil tensão melancólica