Ensaios e Resenhas

Robson Viturino, autor de Do outro lado do rio

Sempre o mesmo rio

Por CLAUDIA NINA

Em “Do outro lado do rio”, situações opacas dos personagens possibilitam várias leituras da sociedade contemporânea

Márcio-André, autor de Leonardo contra Paris

Cidades partidas

Por HARON GAMAL

Entre Paris e São João do Meriti, personagem se vê duplicado num jogo entre a vida real e a virtual

Vicente Franz Cecim, autor de K O escuro da semente

O olhar mágico

Por EDSON CRUZ

A aventura literária de Vicente Franz Cecim, o poeta gnóstico da Amazônia brasileira

Luciana Hidalgo, autora de Rio-Paris-Rio

Muitas vidas

Por LUIZ HORÁCIO

“Rio-Paris-Rio” narra com lirismo envolvente histórias de amor, política, lutas e sobrevivência em tempos sombrios

Lucas dos Passos, autor de Menos teu nome

Ouro de veio esgotado

Por WLADIMIR SALDANHA

Em “Menos teu nome”, Lucas dos Passos consegue fazer metalitetura e poesia coloquial-materialista sem ser previsível

David Machado , autor de Índice médio de felicidade

Felicidade em tempos de crise

Por GISELE EBERSPÄCHER

Com estrutura complexa, romance do português David Machado narra a vida de personagens a lidar com a incerteza

Ilustração: Fábio Abreu

A Bíblia e a literatura

Por Wandersson Hidayck

O caráter literário do texto bíblico sob a ótica de Northrop Frye e Erich Auerbach

Marcelo_Moutinho_208

São coisas nossas

Por Marcos Hidemi de Lima

“Conversas de botequim” apresenta contos baseados em letras de música compostas por Noel Rosa

Augusto dos Anjos, autor de Toda poesia

Operário da ruína

Por RAFAEL ZACCA

A poesia de Augusto dos Anjos utiliza as duras engrenagens da ciência para escancarar de coisas minúsculas a abismos

Montaigne_ilustra_207

As ruínas do acaso

Por MARTIM VASQUES DA CUNHA

Os ensaios de Montaigne são o registro do seu desaparecimento, o abandono final diante da própria morte

Rodrigo_Lacerda_e_Ferenc_ilustra_1_FP_Rodrigues_207

Turbulentas descobertas

Por CAROLINA VIGNA

Romances de Ferenc Molnár e Rodrigo Lacerda tratam — de maneiras muito distintas — da passagem da infância rumo à vida adulta

Anne Tyler for Saturday Review

Como era estar vivo

Por ARTHUR TERTULIANO

As conturbadas e amorosas relações familiares guiam os personagens de “Um carretel de linha azul”, de Anne Tyler