Cartas

julho 2017 / Junho_17

Cartas

Junho_17

Arte: FP Rodrigues

Arte: FP Rodrigues

Translato
Assino a TAG Experiências Literárias desde o ano passado. Em junho de 2016, cujo curador foi Jorio Dauster, a revistinha trouxe um olhar sobre a tradução — sua importância e como este ofício não é valorizado ou reconhecido como deveria. Foi o começo de um despertar para algo que nunca havia me atentado. Agora, assinando o Rascunho, a coluna Translato tem me gerado ainda mais reflexões, admiração e valorização deste trabalho. Fico tocada profundamente quando imagino o que seria da Humanidade sem os tradutores. Cada país ou cultura restrito às suas produções. E daí surge uma imensa gratidão a cada um destes seres que me proporcionaram leituras e descobertas de autores estrangeiros em minha própria língua. Agradeço e parabenizo Eduardo Ferreira por nos mostrar diversos ângulos sobre este tema e por não deixar cair no esquecimento esta nobre e complexa arte.
Lorena Jabour • Rio de Janeiro – RJ

José Castello
Que timing do José Castello no Rascunho de abril! A coluna, que abordou suicídio, a sua adolescência depressiva e uma das Cartas escolhidas de Hermann Hesse, calhou com a série americana tão discutida no momento sobre o suicídio de uma adolescente [13 Reasons Why].
Teresa Silva • Rio de Janeiro – RJ

Nas redes sociais
Lendo e vendo críticas de livros e filmes, podemos reparar a gigantesca ignorância da maioria dos críticos de hoje. Sem conhecimentos sólidos em filosofia, religião e artes, não conseguem enxergar além da primeira camada de uma obra, isso quando conseguem entendê-la. Falham miseravelmente no papel de guiar o leitor comum nas sutilezas de um texto, nas referências, no diálogo com as obras clássicas. Em geral, não vão além de repetir clichês e terem uns aos outros como referência. Quando você lê uma publicação como o Rascunho, especializado em literatura, percebe a diferença abissal para um crítico de verdade, que tenta decifrar todas as camadas de uma obra. Infelizmente há quem prefira os jornais tradicionais e a Veja, um guia seguro para não entender nada.
Paideia • Facebook

Também me envolvi bastante na discussão trazida por José Castello [edição de abril]. Em um tempo de fugas, confusões, desesperos e cinismos, é imperativo não permitirmos que o suicídio moral nos anule e silencie.
Maisa Carla • Facebook

Adoro as entrevistas do @jornalrascunho. Essa com o @jlpassos_com [José Luiz Passos] está excelente. Bom não ter preguiça de ler.
Ivani Cardoso • (@ivani_cardoso8) • Twitter

Print Friendly