YURI AL'HANATI

Boris Sávinkov, autor de O cavalo pálido

O terrorista lírico

Por YURI AL'HANATI

“O cavalo pálido”, de Boris Sávinkov, narra de maneira ficcional um atentado a bomba organizado pelo próprio autor contra o governador-geral de Moscou

Ivan Turguêniev, autor de A véspera

Homens e mulheres de ação

Por YURI AL'HANATI

“A véspera”, de Ivan Turguêniev, é o retrato de uma geração perdida em plena ebulição intelectual russa

James Baldwin_1_234

Documental e urgente

Por YURI AL'HANATI

James Baldwin constrói um libelo contra a injustiça racial em “Se a rua Beale falasse”, romance que se mostra atual após mais de quatro décadas

Nadiêjda_Khvoshchínskaia_Moça_Internato_216

Uma luta antiga

Por YURI AL'HANATI

“A moça do internato” é uma poderosa narrativa sobre a ausência de possibilidades para uma mulher russa no final do século 19

Cormac_McCarthy_2_212

A filosofia telúrica do caubói

Por YURI AL'HANATI

“Todos os belos cavalos”, de Cormac McCarthy, é uma jornada atemporal na busca da literatura que há na vida real

Lev Tolstói, autor de Khadji-Murát

Elogio ao indomável

Por YURI AL'HANATI

Ao retratar a complexidade do universo caucasiano, “Khadji-Murát” condensa as maiores qualidades de Tolstói como romancista

Serguei Dovlátov, autor de Parque Cultural

À sombra de ruínas

Por YURI AL'HANATI

Em “Parque Cultural”, Serguei Dovlátov trata dos próprios fracassos para contar a história dos últimos dias da União Soviética

Vladimir Korolenko  autor de O músico cego

Um russo sensível

Por YURI AL'HANATI

Vladimir Korolenko apresenta ao leitor uma dimensão tenra e um tanto rara na literatura russa do século 19

YURI_AL’HANATI_conto_ilustra_Theo_170

Símios

Por YURI AL'HANATI

Foi quase coreografado. Os macacos empunharam as metralhadoras e, de pronto, começaram a saraivada de tiros contra os outros macacos. […]