LUIZ HORÁCIO

Mario Araujo_livro

Nossos restos

Por LUIZ HORÁCIO

Sem introdução. Direto ao assunto. Restos — livro de contos de Mário Araújo — devia estar envolto naquelas famosas cintas […]

Corac¸a~o inteligente_Capa 02

Sem respostas

Por LUIZ HORÁCIO

Nove ensaios sobre nove livros, nove autores que, segundo a análise de Alain Finkielkraut, apresentam o equilíbrio entre razão e […]

André Gorz

Sobressaltos do viver

Por LUIZ HORÁCIO

“Se eu morrer agora, você retornará ao Rio de Janeiro?” Mal tínhamos acordado e minha mulher, após um beijo, traz […]

Alckmar Santos. Foto: Divulgação

Linguagem particular

Por LUIZ HORÁCIO

Este aprendiz, quando aluno de mestrado, conheceu um professor que disse, não sem a devida pompa e arrogância, que pesquisava […]

berger

A importância das perdas

Por LUIZ HORÁCIO

Paciente leitor, aqui me tens de regresso, mais uma vez com a morte embaixo do braço. Antes permitam uma inconfidência: […]

junger

Falta algo

Por LUIZ HORÁCIO

Vamos começar pelo aspecto imutável: Ernst Jünger foi militarista, apoiou, e não sem querer, a ascensão do nazismo (participou das […]

Maria_Esther_Maciel_Animal_143

Um gato? Pois é

Por LUIZ HORÁCIO

Resenha de Pensar/escrever o animal: ensaios de zoopoética e biopolítica

Alexandre Plosk

Difícil travessia

Por LUIZ HORÁCIO

O romance As confissões do homem invisível, de Alexandre Plosk, corre o sério risco de servir de manual para outras […]

Fal Azevedo_livro

A morte e a palavra

Por LUIZ HORÁCIO

Minúsculos assassinatos e alguns copos de leite, de Fal Azevedo, é um livro surpreendente, de fácil leitura, sem que isso […]

Silviano Santiago por Ramon Muniz

Inescrupulosas aventuras

Por LUIZ HORÁCIO

Certos livros nos obrigam a lê-los camada a camada. Pense numa cebola. Outros nos forçam ao papel de taxidermista e […]

Amy Bloom

De envergonhar o mago

Por LUIZ HORÁCIO

Paciente leitor. Quantas vezes você já se deparou com a história de personagem que empreende determinada jornada, pouco importa o […]

Peter Handke por Ramon Muniz

Corredor vazio de hospital

Por LUIZ HORÁCIO

Madame Bovary é um exemplo de rompimento com o romantismo e opção pela objetividade, pelo realismo; não faltam violência, sexo […]