LUIZ BRAS

Prezado Jefferson,

Por LUIZ BRAS

Vou logo pedindo desculpa pela demora em responder à tua mensagem. Não foi por raiva ou desprezo, juro. Também não […]

Adeus, velho amigo

Por LUIZ BRAS

Os juízes assinaram a sentença de morte: o criminoso vai mesmo pra cadeira elétrica. O promotor, os jurados e a […]

Ruído Branco

Top 15: os novos clássicos da cultura

Por LUIZ BRAS

Imagine que estamos em 1912. Imagine que um jornalista pediu a você que dissesse quais são, em sua opinião, os […]

Sempre aos sábados

Por LUIZ BRAS

O coordenador da oficina de criação literária pede aos oficinandos que escrevam um conto ou um poema erótico, a partir […]

Como viver de literatura? Rubem Fonseca foi delegado de polícia

Mais três provocações para excitar o fogo

Por LUIZ BRAS

Sobre preconceito, piratas e a pergunta de um milhão de dólares na literatura

Bolhas e balões

Por LUIZ BRAS

Aos sete anos eu encontrei a máquina do tempo estacionada bem no centro do quintal de casa. Ela não era […]

Luiz-Bras_ilustra_2

Incrível, espantoso, magnífico, assustador

Por LUIZ BRAS

Eu nasci antes do videocassete, do telefone sem fio, do fax e do CD. Antes, bem antes da queda do […]

Noventa por cento de qualquer coisa

Por LUIZ BRAS

Gosto bastante dessas leis e adágios que revelam o óbvio que as pessoas às vezes deixam de enxergar. A Lei […]

Ilustração: Theo Szczepanski

Bilhetes

Por LUIZ BRAS

Conto de Luiz Bras

Ilustração: Tereza Yamashita

Blablablogue

Por LUIZ BRAS

Quem não sabe o que é um blogue, um blog ou um weblog? Todo mundo, até mesmo minha vizinha de […]

Colecionando dias

Por LUIZ BRAS

Eu passei toda a infância e a pré-adolescência na frente da televisão (Speed Racer, Terra de gigantes, Os três patetas) […]

Ilustração: Tereza Yamashita

Convite ao mainstream

Por LUIZ BRAS

Os heróis da prosa de ficção brasileira estão cansados. Entediados. Sem motivação. Eles não agüentam mais viver sempre as mesmas […]