Iara Machado Pinheiro

Noemi_Jaffe_foto_1_Renato_Parada_243

Os gestos diminutos

Por Iara Machado Pinheiro

Em “O que ela sussurra”, Noemi Jaffe dá voz à personagem histórica Nadejda Mandelstam para criar uma narrativa calcada em lembranças e no poder da palavra

Elsa Morante, autora de  A ilha de Arturo

Ilusões (quase) perdidas

Por Iara Machado Pinheiro

Clássico da literatura italiana, “A ilha de Arturo” narra as angústias e sonhos de um jovem em busca de amadurecimento

Contardo Calligaris, autor de Cartas a um jovem terapeuta

A língua que habito

Por Iara Machado Pinheiro

O psicanalista e escritor italiano Contardo Calligaris fala sobre sua relação com a escrita e a literatura — e como essas atividades o ajudam a explorar a complexidade humana

Júlia Lopes de Almeida, autora de A falência

Sob o olhar delas

Por Iara Machado Pinheiro

Júlia Lopes de Almeida traz para o primeiro plano personagens femininas em uma narrativa sobre a derrocada de um burguês do século 19

Juan Pablo Villalobos, autor de Ninguém precisa acreditar em mim

Um tanto de engano e um resto de verdade

Por Iara Machado Pinheiro

“Ninguém precisa acreditar em mim”, de Juan Pablo Villalobos, traz os traços cômicos dos romances anteriores, mas configurados em uma forma particular e original

Domenico Starnone, autor de Assombrações

O que anima um corpo

Por Iara Machado Pinheiro

Em “Assombrações”, de Domenico Starnone, o tom áspero desconcerta ao tratar da vaidade como garantia de algum sentido à vida

Giovana_Madalosso_2_218

As linhas retas de uma mesa quadrada

Por Iara Machado Pinheiro

“Tudo pode ser roubado”, de Giovana Madalosso, diverte, mas não ultrapassa a morna coesão

Lucia Berlin, autora de Manual da faxineira.

A sobriedade da embriaguez

Por Iara Machado Pinheiro

Em “Manual da faxineira”, de Lucia Berlin, o cômico e o horror convivem numa fusão, por vezes, desconcertante