HARON GAMAL

José Almeida Júnior, autor de Última hora.

O povo indomável

Por HARON GAMAL

“Última hora”, de José Almeida Júnior, recupera a história recente do Brasil em linguagem fluida, sem empecilhos

Wellington de Melo, autor de Felicidade.

A última miragem

Por HARON GAMAL

“Felicidade”, de Wellington de Melo, narra a desesperança, a denúncia de um mundo abjeto, sem saída

Ilustração: Oscar Nakasato por Fábio Abreu.

Estrangeiros

Por HARON GAMAL

“Dois”, de Oscar Nakasato, parte dos conflitos familiares para discutir as relações afetivas e suas consequências

Francisco Maciel, autor de Não adianta morrer.

Condenados

Por HARON GAMAL

“Não adianta morrer”, de Francisco Maciel, é um romance em círculos, cuja força arremessa todos seus personagens para o centro

Antonio_Cestaro_212

Que loucura!

Por HARON GAMAL

“Arco de virar réu”, de Antonio Cestaro, é um romance de alta voltagem, sem a preocupação de agradar a ninguém

Carlos_Marcelo_209

Mortes no paraíso

Por HARON GAMAL

Em seu romance de estreia, Carlos Marcelo acerta na escolha do cenário e na construção dos personagens

Márcio-André, autor de Leonardo contra Paris

Cidades partidas

Por HARON GAMAL

Entre Paris e São João do Meriti, personagem se vê duplicado num jogo entre a vida real e a virtual

Paulo Rosenbaum, autor de Céu subterrâneo

Estado de sítio

Por HARON GAMAL

“Céu subterrâneo” mescla à narrativa o mistério inerente à religião e personagens históricos e célebres da cultura judaica

Antonio Risério, autor de Que você é esse?

As cores do camaleão

Por HARON GAMAL

“Que você é esse?”, de Antonio Risério, funciona como uma espécie de novela de formação do Brasil

Flávio Izhaki, autor de Tentativas de capturar o ar

Três autores e um destino

Por HARON GAMAL

“Tentativas de capturar o ar”, de Flávio Izhaki, discute o universo editorial e a literatura contemporânea

Digo Rosas G. autor de Até você saber quem é

O demônio em Curitiba

Por HARON GAMAL

Em diálogo com “Grande sertão: veredas,” livro de estreia de Diogo Rosas G. é um interessante passeio pela vida cultural dos anos 1990

Leonardo Villa-Forte, autor de O princípio de ver histórias em todo lugar

A saída possível

Por HARON GAMAL

Para suportar a solidão, personagem de “O princípio de ver histórias em todo lugar” aposta tudo na criação literária