FERNANDO MONTEIRO

A intrusa na sombra

Por FERNANDO MONTEIRO

O que eu penso é muito claro: NÃO SE DEVIA PUBLICAR UM ORIGINAL QUE O AUTOR NÃO LIBEROU, DE MODO […]

O primeiro monoteísmo da história (1)

Por FERNANDO MONTEIRO

Apenas aproximada — e sempre parcial — é a idéia que podemos formar sobre o que parece ter sido toda […]

A viagem de Brennand (final)

Por FERNANDO MONTEIRO

Ничего не происходит в жизни человека ничего ничего который само изображение, искаженное. “E quanto ao misterioso livro de Jean Dorsenne, […]

O primeiro monoteísmo da história (2)

Por FERNANDO MONTEIRO

“Você está disposto a viajar trezentos e sessenta e cinco quilômetros abaixo do Nilo, e andar, no último trecho, possivelmente […]

O primeiro monoteísmo da história (3)

Por FERNANDO MONTEIRO

Quando Akhenaton foi descoberto, o mundo da egiptologia – ciência já organizada, desde meados do século passado, como um dos […]

A viagem de Brennand (4)

Por FERNANDO MONTEIRO

O que representa? Uns dizem que é uma baleia furiosa numa noite de tempestade, outros afirmam que é um castelo […]

A viagem de Brennand (3)

Por FERNANDO MONTEIRO

[…] Quando, pelo desuso da navalha a barba livremente caminhar e até Deus em silêncio se afastar deixando-te sozinho na […]

A viagem de Brennand (2)

Por FERNANDO MONTEIRO

Fernando Monteiro continua a revisitar suas memórias do pintor Francisco Brennand

Francisco Brennand

A viagem de Brennand (1)

Por FERNANDO MONTEIRO

Fernando Monteiro conta um episódio de sua relação com o pintor Francisco Brennand

Nina Rizzi. Foto: Mariana Botelho

Poetas admiráveis

Por FERNANDO MONTEIRO

Fernando Monteiro escreve sobre três poetas que o fascinam no cenário da poesia brasileira atual

Câmera, literatura & cabeça

Por FERNANDO MONTEIRO

O melhor roteiro que eu já li não é uma adaptação de obra literária ou teatral: foi escrito diretamente para […]

Mínimas falésias

Por FERNANDO MONTEIRO

Falésias mínimas, ilusões da praia cega: os pequenos pés fugindo da areia quente, entre o mar e o rio da […]