EDUARDO FERREIRA

Mario Vargas Llosa

O tradutor como protagonista

Por EDUARDO FERREIRA

Romance de Vargas Llosa tem um tradutor no centro da narrativa

Na tradução, a cadência do original

Por EDUARDO FERREIRA

Buscar e encontrar a cadência exata do original, plasmada agora em tradução. Ritmos certos, para aplicar o mesmo frescor da […]

Como absorver todo o prestígio do original

Por EDUARDO FERREIRA

Nunca entregar o texto ao desalinho, deixando-o solto ao relento, resvalando como que para dentro, de volta ao original. Busca […]

Novo olhar sobre a frágil autoridade do autor

Por EDUARDO FERREIRA

Já tive oportunidade, mais de uma vez, de tecer comentários a respeito da autoridade do autor sobre sua obra. Autoridade […]

Mais restos de uma leitura de Machado

Por EDUARDO FERREIRA

Pobre alma do tradutor, lançada nesse turbilhão, texto que se empesta de tradução. Pobre texto seu, caro autor, abandonado a […]

Sobre a tradução de textos angulosos

Por EDUARDO FERREIRA

O texto tresanda sentidos, borbulha, provoca descargas de ideias que perturbam a mente de qualquer um tradutor. Ele que confessa […]

E o texto lança de si significados

Por EDUARDO FERREIRA

O texto lança de si sentidos, vários, tantos. Explosão. Caos feito dessa confusa profusão de significados, à espera de seu […]

Comentários sobre a tradução de A a Z

Por EDUARDO FERREIRA

Interessante livro sobre tradução, intitulado La traducción de la A a la Z, do espanhol Vicente Fernández González, professor da […]

Alguns novos nomes da tradução

Por EDUARDO FERREIRA

Aquele que lê, vê ou ouve tenta assimilar o objeto dos sentidos àquilo que já vivenciou, de alguma maneira, a […]

Reminiscências de uma leitura de Pompeia

Por EDUARDO FERREIRA

A tradução não é exatamente exercício vertiginoso. A proliferação de sentidos, sim. Mas o ofício — o velho ofício — […]

O tradutor e os leitores de Cortázar

Por EDUARDO FERREIRA

O leitor exerce pressão sobre o texto, não há dúvida. Verga o texto sob o peso do leitor/tradutor? Amolda-se? Inflete […]

Tradução: texto sobre texto, arte sobre arte

Por EDUARDO FERREIRA

Ontem (um dia qualquer), na exposição de Vik Muniz: foi Warhol quem demonstrou que a cópia da cópia é sempre […]