Edson Costa Duarte

Por EDSON COSTA DUARTE

Lírica impura III I O poeta não pede. Implora. O poeta não vibra. Cala. Estranho vício de ser hóspede do […]