CIDA SEPULVEDA

João Batista Melo_livro

Lenta sedução

Por CIDA SEPULVEDA

O colecionador de sombras, de João Batista Melo, tem valor literário, embora nem todos os textos sejam admiráveis. Percebo talento […]

Juremir Machado_livro

A revolução do livro

Por CIDA SEPULVEDA

Humor debochado, linguagem enxuta, ritmo frenético são marcas de Solo, romance de Juremir Machado da Silva. Transitando entre o sarcástico […]

Cecilia Prada. Foto: Divulgação

Sabedoria literária

Por CIDA SEPULVEDA

A força da linguagem de Cecilia Prada nasce da memória e da poesia de uma escritora que não faz concessões […]

Clarice Linspector_Minhas Queridas

As cartas de Clarice

Por CIDA SEPULVEDA

Minhas queridas é uma coletânea de cartas escritas por Clarice Lispector às suas irmãs. Como esposa de diplomata, ela passou parte […]

Andre SantAnna_Inverdades_117

Falta de assunto

Por CIDA SEPULVEDA

Um título sugestivo; será que o conteúdo corresponde? É natural a pergunta quando nos interessamos por um livro devido ao seu […]

Joao Silverio Trevisan_Rei do cheiro_118

Um romance kitsch

Por CIDA SEPULVEDA

O romance Rei do cheiro, de João Silvério Trevisan, conta a história do menino Ruan Carlos e de seu irmão […]

Maria Carolina Maia_Ciranda nos_119

Apenas um exercício

Por CIDA SEPULVEDA

Histórias populares de uma pequena cidade do estado de Alagoas que se imbricam produzindo um texto longo carregado de intenções […]

Beatriz Bracher_Meu amor_120

Masturbação literária

Por CIDA SEPULVEDA

Meu amor é um livro composto de textos marcadamente descritivos. Imagens mentais pseudo-trágicas são recorrentes; parecem querer afogar o leitor […]

Eustaquio Gomes_Biblioteca_porao_121

Um cronópio machadiano

Por CIDA SEPULVEDA

A grande literatura funde poesia e filosofia e produz textos mágicos que nos assombram pela superioridade estética e profundidade humana. […]

Sebastiao Nunes_Adao Eva_122

Belo humor

Por CIDA SEPULVEDA

Há livros que nos atraem pela beleza física. É o caso de Adão e Eva no paraíso amazônico, de Sebastião […]

Clichê e sagacidade

Por CIDA SEPULVEDA

O livro de contos Escuro, claro, de Luís Augusto Fischer, está dividido em três partes: “O império de Eros”, “A […]

Formalismo exacerbado

Por CIDA SEPULVEDA

O prefácio do livro de poemas Andaimes sofre do mesmo mal do texto prefaciado: abusa do uso da língua estrangeira […]