Vidraça

maio 2019 / Vidraça / Ao céu, de novo

Texto publicado na edição #229

Ao céu, de novo

O jogo da amarelinha, clássico máximo do escritor argentino Julio Cortázar, acaba de ganhar uma nova edição pela Companhia das […]

> Por Jonatan Silva | Coluna

1549984179

O jogo da amarelinha, clássico máximo do escritor argentino Julio Cortázar, acaba de ganhar uma nova edição pela Companhia das Letras. O livro, até então publicado Civilização Brasileira — braço da Record —, contará com nova tradução de Eric Napumoceno, cartas do escritor contando sobre o processo de concepção de sua obra-prima, e textos de Mario Vargas Llosa, Haroldo de Campos, Julio Ortega, além de apresentação de Davi Arrigucci Jr. e projeto gráfico do quadrinista Richard McGuire.

Aventura do eremita
A Todavia anunciou a publicação de O apanhador no campo de centeio, romance de formação de icônico e eremita J. D. Salinger. Com nova tradução, a cargo do curitibano Caetano W. Galindo, o livro narra — de maneira inovadora (e chocante para a época em que foi lançado, 1951) — a história de Holden Caulfield que traça um plano audacioso: passar três dias em Nova York. A editora lançará também Nove histórias, Franny & Zooey e Pra cima com a viga, carpinteiros.

Genocídio
A Rádio Londres acaba de publicar Meu pequeno país, primeiro romance do rapper francês Gaël Faye. O livro, um best-seller na Europa, narra a experiência do músico com o genocídio ruandês e os conflitos étnicos em Burundi. A história é contada pelos olhos de Gabriel, um menino de 10 anos que vê o seu país desabar ao mesmo tempo em que a sua própria família entra em colapso. 

Calote calculado
Uma reunião em abril entre a Livraria Cultura e seus credores pode apontar um caminho — a longo prazo — para colocar fim à crise da gigante varejista, cuja dívida não trabalhista chega a R$ 285 milhões. A empresa, que pertence à família Herz, dividiu os credores em oito categorias que variam de acordo com a dívida e tipo de negócio, implicando na modalidade de pagamento. Segundo o site Publisnews, quem não se enquadrar em nenhuma das tipificações acordadas no encontro sofrerá as maiores perdas, já que a livraria se propôs a pagar somente 30% do que deve e em um prazo de 14 anos.

Clássicos pop
Em meio ao complexo mercado editorial, a novíssima Antofágica busca um lugar ao sol e, para isso, escolheu publicar clássicos universais com um projeto gráfico caprichado e pop, além de concentrar as suas vendas na Amazon. O primeiro título será A metamorfose, de Kafka, cuja tradução — direta do alemão — esteve nas mãos de Petê Rissatti, terá ilustrações de Lourenço Mutarelli e ensaio de Flavio Ricardo Vassoler. A editora prepara também uma nova edição de Memorias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, com ilustrações de Cândido Portinari.

Jabuti
A Câmara Brasileira do Livro anunciou o curador do 61º Jabuti: Pedro Almeida, que tem no currículo passagens por editoras como a Ediouro, a LeYa e, atualmente, é sócio da Faro Editorial. “Sinto-me honrado em ser o curador do Jabuti, e meu propósito é fazê-lo espalhar literatura pelo Brasil. Estou entusiasmado com a possibilidade de torná-lo um meio, cada vez mais expressivo, para a promoção da literatura, da leitura e dos livros, as ferramentas da Educação”, comentou. Nos últimos anos o prêmio, que é considerado o mais importante no país, passou por polêmicas envolvendo a criação de novas categorias e a escolha de alguns vencedores.

Breves

• A venezuelana Karina Sainz Borgo, autora de Noite em Caracas, é a mais nova confirmação da Flip.

• A Record disponibilizará, pela primeira vez, toda a obra de Gabriel García Márquez em e-book, logo após a Netflix anunciar que Cem anos de solidão será transformado em série.

• Jorge Amado, a biografia, da jornalista Josélia Aguiar, vai ganha ruma edição espanhola. Publicada no Brasil pela Todavia, a obra teve os direitos adquiridos pela editora barcelonesa Navona e deve começar a ser traduzida em breve.

• Os livros da saga Harry Potter foram queimados na Polônia por um grupo católico. A justificativa? Que as obras contêm “forças malignas”.

• E. L. James, autora de Cinquenta tons de cinza, lança em junho Mister, seu novo romance. Por aqui, o livro será publicado pela Intrínseca.

Print Friendly