Ilustração: Hallina Beltrão

Monstro

Por Marieta Boimel

Conto inédito de Marieta Boimel

Henry James por Robson Vilalba

Obra de mestre

Por Margarida Patriota

Apesar de não ostentar a complexidade e o cosmopolitismo que consagraram Henry James, “A herdeira” impõe-se como obra-prima

Paulo_Venturelli_foto_Kraw_Penas_190

Contra a mesquinhez da vida

Por RASCUNHO

Paulo Venturelli: “Não acredito na eternidade. Ser eterno é estar enfronhado com as lutas do dia a dia”.

Fernando_Bonassi_foto_Edson_Kumasaka_190

Graça finita

Por LUIZ REBINSKI

Em romance crítico, Fernando Bonassi reflete sobre a derrocada do novo milagre brasileiro

Ilustração: Tereza Yamashita

As ruas de Drummond

Por ANTONIO CARLOS SECCHIN

Como a geografia urbana do Rio de Janeiro permeia a obra de Carlos Drummond de Andrade

Ilustração: Bruno Schier

Ritmo narrativo ou tempo psicológico do leitor

Por RAIMUNDO CARRERO

O ritmo narrativo é uma técnica que sempre preocupa o ficcionista

Mário de Andrade, autor do poema Tostão de chuva

Tostão de chuva, de Mário de Andrade

Por WILBERTH SALGUEIRO

O poema de Mário de Andrade que apresenta várias composições narrativas

Ilustração: Dê Almeida

Paulo com febre

Por JOSÉ CASTELLO

Para Paulo Mendes Campos, os livros servem como um espelho: ao falar de um livro, é de si mesmo, sempre, que ele acaba por falar

Ilustração: Theo Szczepanski

A pornografia do horror

Por JACQUES FUX

Como os judeus enfrentaram o silêncio pós-Holocausto por meio da utilização de recursos pornográficos na literatura

Gonçalo M. Tavares por Osvalter

Os escombros de uma guerra interior

Por Jonatan Silva

Romance e livro de contos revelam o rigor de Gonçalo M. Tavares com a palavra

O português Gonçalo M. Tavares

Diante do enigma

Por Jonatan Silva

Entrevista com o português Gonçalo M. Tavares, autor de “Uma menina está perdida no seu século à procura do pai” e “Short movies”

Cego aderaldo 137.indd

Um par de óculos

Por CLÁUDIO PORTELLA

Cláudio Portella rebate resenha ao seu livro sobre Cego Aderaldo